top of page

Como fazer a escolha de um Fundo

Atualizado: 10 de mai. de 2023


Escolher um fundo de investimento pode ser uma tarefa desafiadora, sendo assim porque não devemos olhar para rentabilidade de curto prazo?


 

Conversei no início dessa semana com um investidor de longa data da Platinum, e meu cliente há pelo menos 6 anos. Ele possui uma exposição relativamente alta em fundos de investimentos, e uma parcela inferior a 20% em fundos de Ações.


Uma característica que ele desenvolveu ao longo do tempo, e que tento desconstruir, vem sendo uma quantidade alta de movimentações, saindo de fundos de bons gestores que não estão com bom desempenho, em sua opinião, para fundos que estão indo melhor.



Nesses momentos, diante da dificuldade da conversa, costumo buscar dados ou informações de fontes que entendo que possam ajudar a enriquecer a conversa e trazer um aprendizado.


Na carta aos investidores da gestora, Guepardo Investimentos, Relatório de Gestão do 4º Tri, carta nº 104, ela traz uma pergunta interessante: Como fazer a escolha de um bom fundo ?


Reproduzo abaixo o início da carta:


“Muitos investidores são levados a escolher os melhores fundos pelo curto prazo, procurando nos rankings de 12 meses aqueles que se destacam como os melhores do ano.

Na nossa visão, essa forma de investir é muito ruim dado que uma boa rentabilidade de curto prazo não necessariamente significa uma boa rentabilidade de longo prazo. Utilizando uma base de 106 fundos de ações, no período de 2017 – 2022, fizemos um ranking dos 10 melhores fundos de ações em 12 meses e como eles nos anos subsequentes (retornos nos três anos posteriores).


 


Note que os 10 melhores fundos de 2017 ficaram, na média, na 46ª posição nos três anos seguintes (2018 a 2020). Sendo que o melhor Fundo naquele ano ficou 98ª posição no ranking mais abrangente. Na análise dos 10 melhores de 2018, olhando o período de 2019 a 2021, os dez primeiros colocados ficaram, em média, na 40ª posição. Já no ano de 2019, os melhores Fundos ficaram, em média na 60ª posição no triênio seguinte.


O que queremos demonstrar com esse estudo é que não adianta tentar encontrar o fundo que irá rentabilizar o seu patrimônio analisando os 12 meses anteriores, já que muito provavelmente o Fundo não estará entre os melhores retornos da indústria nos três anos subsequentes.


Portanto, é comum nos depararmos com essa quebra de expectativa dos investidores, e como temos um trabalho educacional, de mostrar vieses que nos levam a tomar decisões não tão inteligentes, tais como sair de um fundo ou entrar em um fundo meramente por conta da rentabilidade nos últimos 12 meses, esse estudo acima explica bem o resultado desse comportamento.

31 visualizações2 comentários

Posts recentes

Ver tudo

2 Comments

Rated 0 out of 5 stars.
No ratings yet

Add a rating
Guest
May 08, 2023
Rated 5 out of 5 stars.

Like

Guest
May 08, 2023
Rated 5 out of 5 stars.

Interessante demais!

Like
bottom of page